terça-feira, março 20, 2007

Cárcere


Foto Wladia Drummond.


a gaveta esquecida
retém
por tanto tempo
lances de dados
jogos refeitos
e devaneios datados
de primavera

respira na gaveta
uma existência de pássaro
em vôos recriados

aberta essa gaiola
o pássaro talvez ainda hesite
em se atirar no vazio
e espere bem calado
que irrompam recém-chegadas
fantasias
de outros verões
já passados

3 comentários:

maat disse...

muito belo. gosto imenso da sua poesia, Adelaide.

beijos, mariah

Lunna disse...

O que seria de nós sem a beleza das palavras formando versos, definindo estilo e sendo poesias?
Abraços no momento final da madrugada...

Mulher na Janela disse...

que lindeza, que lirismo, menina!
apaixonei-me!
como pássaro perdido, vôo até aqui pra me encontrar!

um beijo...