terça-feira, dezembro 09, 2008

Os músicos



Desde que o mundo
tempera nossa fome
a música nos leva pela mão.

Sonhos de montanha-russa.

A cada dia um mundo diferente
jantares na torre Eiffel
almoço musicado em Las Cañitas.

Voo noturno para Barcelona.

Dispersos pelo mundo
a refeição servida
e a música na sala.

Caleidoscópio em marcha.

7 comentários:

Mulher na Janela disse...

um mundo a palma da mão, do ouvido e do coração!

poema que é melodia.

beijos...

Iara

Moacy Cirne disse...

Caleidoscópio em marcha: as cores da poesia e da música. Um beijo.

Anônimo disse...

Lindo, Dade. Um beijo pelo poema que canta, Kelly.

nd disse...

A evasão do dia-a-dia. Eu teria jeito para andarilho se não fosse comodista :) Gostei de a ler e agradeço-lhe o poema por me lembrar alturas semelhantes.

Rose disse...

Adorei o novo visual, Adelaide! Ficou leve... com jeito de poesia...
Concordo com você:
"a música nos leva pela mão"
e abre-nos a alma!...
Beijo,
Rose.

Betty Branco Martins disse...

.querida________Adelaide









FESTAS FELIZES:)_______MUITA





.PAZ_____para o mundo

.SAÚDE______para todos nós

.MUITO AMOR_____no coração de cada "homem"


.UM GRANDE SORRISO_____no rosto de cada criança

.UM OLHAR PARA CADA IDOSO____e ver uma fonte de sabedoria_______...



._________e que se diga_____




"FESTAS FELIZES" TODOS OS DIAS:))





beijO______ternO

com amizade

nydia bonetti disse...

Querida Adelaide.

A música como a poesia, inventa e inverte mundos... E nos leva pelas mãos. Que belo texto!

Pensei em você hoje e nos amigos do Verso e Prosa, com os quais também não tenho mais falado. Esta época do ano é assim, saímos da rotina e sentimos falta dela. Já, já tudo volta ao normal... Mas só depois do carnaval, não é assim?

Bom ver você no LONGITUDES e ter notícias suas.

Beijão

Nydia