terça-feira, março 04, 2014

Aonde chegarei



aonde chegarei
se conseguir voar?

nasci sem asas
e sei do mar aberto
o brilho cego ao fundo
em todo abismo

o sonho devastado
desde o céu
a treva em vez da aurora

entanto ensaio o vôo

7 comentários:

Graça Pires disse...

O fascínio de ter asas....
Beijos.

Martim Ermelinda disse...

Voar é sempre preciso! Abraços

Desintegrando Poesia

José Carlos Sant Anna disse...

Nunca se sabe, mas é sempre bom sonhar. É sempre bom voar ainda que metaforicamente. O que você já faz tão bem...
Beijos, dade!

Assis Freitas disse...

se conseguir voar
pouca importa
aonde chegar
o importante é o voo



beijo

Cris de Souza disse...

Belo ensaio!

Beijo, Queridade*

Ira Buscacio disse...

asas pra quê?

sabes bem voar!

bjão, minha queridona, Dade

Adri Aleixo disse...

Sou sua companheira!

Beijos!