quarta-feira, abril 25, 2007

Madrugada



Te conheci bem antes dessa manhã
quando te inventei
te trago há tanto tempo!
A tua identidade é um pouco a minha,
teu pensamento deita em meu repouso.

Te conheci bem antes
e te reconhecer
é como andar de madrugada pelo campo.

Um comentário:

maat disse...

Gosto muito deste poema , Adelaide(cheio de vida, lá dentro)..Obrigada,

Bjs, mariah