quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Ainda assim



Pescadores de pérolas. Sem menção de autor.


Toda saudade é bruma
e ainda assim
dói.

Saudade é como viajar
num barco que se perdeu.

10 comentários:

king of pain disse...

saudade é uma desesperança...

Gisela Rosa disse...

Por certo Adelaide.
Sua saudade e os Pescadores de Pérolas, lindíssima compoeição! Adorei
Um beijo

nydia bonetti disse...

Saudade é bruma, que não se desfaz... E como dói.
Uma jóia de poema, Adelaide.
beijo

Héber Sales disse...

é mesmo, num barco que se perdeu. um beijo.

Fragmentos.Betty Martins disse...

.________querida Adelaide





.saudade



palavra________triste



.quando se sente



______no peito a dor



.teimosamente



segue____a "nossa viagem"



num barco


que nunca


_____chegará ao porto____...





______________///








beijO____ternO

Maria Costa disse...

Lindo.

mariah disse...

que cintilação neste poema, Adelaide.

Gosto imenso. Vou, se me deixar, colocá-lo no 2 o pó da escrita",um espaço que reservo para Poetas e poemas de que gosto, por alguma razão. Posso?


Beijo,
mariah

Rose disse...

Linda definição de saudade!
Levarei, com os devidos créditos, para uma próxima postagem no Eternessências!
Quero que meus amigos tenham o privilégio de conhecer a sua poesia, Adelaide!
Beijos!
Rose.

Moacy Cirne disse...

Uma definição poética...
Uma bruma saudosa...

E um beijo.

J.R. Lima disse...

lindo isto!

e, no horizonte, por todos os lados, só água... e céu.