segunda-feira, janeiro 28, 2013

Solar



                                                                    Foto MFC


 

 

As palavras ainda roçam o silêncio
quando se abre em nós essa clareira
inquieta do desejo
onde flores de urgência desabrocham
e tudo muda o que antes se dizia
– a boca em sede
a pele de água morna
e as asas ofegando
guiando as mãos vestidas de verão
até que o sangue se transforme
em sol
e as veias nos cintilem sob a pele.

 


17 comentários:

Assis Freitas disse...

de torar,


beijo

Enylton disse...

Gosto demais desses poemas que vc escreve, Dade!
Beijos meus e da Teresa.

Márcia disse...

"E as veias nos cintilem sob a pele" - que coisa mais linda!

Bjss

Daniela Delias disse...

"A boca em sede...". Que jeito bonito de se dizer. Um jeito que é só teu!

Carinho, Dade

Cris de Souza disse...

Me pegou em desfecho!

Beijo, Dade.

Eleonora Marino Duarte disse...

Matizes de luz na luz do amor!

desejo!


Belíssimo Dade.


Como é que eu ainda não havia vindo aqui? Não sei, as vezes pensamos que sabemos de todos os blogues de nossos amigos e aí, em uma tarde, nos damos conta... :)


um beijo.

dade amorim disse...

Obrigada, Assis!
Beijo pra vc.

dade amorim disse...

Gosto de saber disso, Enylton!
Beijos pra vcs.

dade amorim disse...

Márcia, seja bem-vinda por aqui.
Beijos!

dade amorim disse...

Eleonora, adorei te ver aqui.
Mil beijocas.

teca disse...

Ufffff... de tirar o fôlego! A turma de versos hoje está me inebriando... demais!!!

Beijos e flores do campo.

dade amorim disse...

Querida Teca, vc é que nos inebria quando vem aqui...

Bjs

dade amorim disse...

Te agradeço, Cris!
Saudade de vc!

Bjs

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há palavras
que nos inundam
a alma de esperança.
Estas são assim...

Que todos os dias
os sonhos nasçam em ti,
como nasce o sol pela manhã...

Marcelo R. Rezende disse...

E tudo brilhe, como é o desejo em forma de funcionamento. Lindíssimo!


Dade, tou de espaço novo. Fique à vontade, que a casa é nossa: http://ape-trechos.blogspot.com.br/

R. Vieira disse...

Que suave!!!!
Bom domingo pra ti!

Ira Buscacio disse...

a pele de água morna... temperatura própria ao desejo.
Belíssimo, Dade
bj, meu