domingo, dezembro 08, 2013

De amor



Falem de um amor recente
ou dos de outrora,
antigos que foram novos
:
qualquer poema de amor
é sempre agora.

9 comentários:

Breve Leonardo disse...


[não poderia ser o mesmo

o mundo sem poemas de amor;
até a estrela para brilhar necessita duma serena escuridão.]

um imenso abraço, Amiga Dade

Lb

José Carlos Sant Anna disse...

Dizer o contrário não é possível, pois a tua flecha acerta a maçã em cheio... E nos deixa um poema lindo!
Beijos, Dade!

Nilson Barcelli disse...

Os poemas de amor são intemporais...
Magnífico poema. Gostei.
Dade, tem uma boa semana.
Beijo.

Cris de Souza disse...

O amor dá o que falar em qualquer tempo...

Beijo, Dade!

teca disse...

Amor em versos poeticamente expressos.

Beijos.

Adri Aleixo disse...

Dade, você me tirou o chão...

Lindo!

Beijo <3

Assis Freitas disse...

em eterno presente



beijo

Cecília Romeu disse...

Dade,
esse amor... que deixa a alma duas vezes maior...; e os poemas sem-tempo.

Beijos!

Cris de Souza disse...

Agora é tudo que temos!

Preciso dizer que amei?