terça-feira, setembro 23, 2008

Voo

Abri a janela
e o pequeno silêncio
voou
diluído em luz.

4 comentários:

Betty Branco Martins disse...

.querida Adelaide




estou de volta das minhas férias:)




o



meu



vôo




foi de mansinho




para.não






assustar o______silêncio________...












beijO______C_______carinhO

Moacy Cirne disse...

Pequenos poemas
muitas vezes
são
Grandes poemas.

Beijos.

Marinha de Allegue disse...

O silencio transformouse na mestura coa luz e soaron axouxeres de día...

Unha aperta.
:)

(l' excessive) disse...

Moacy está coberto de razão:
Pequeno GRANDE poema!
beijo, amiga!