sexta-feira, março 13, 2009

Vozes

A voz que voa mais alto
e fala do que não sente
é som vazio.
Por outro lado
sussurros podem ser
grito
feito em fios.

7 comentários:

Moacy Cirne disse...

Poema-reflexão
feito com sensibilidade.
Em tempo:
Claro que eu conheci
o Cosme. Um grande sujeito.
Sempre tive o maior respeito por ele.

Um beijo.

Fragmentos Betty Martins disse...

.______querida Adelaide



com "poucas" palavras



.se



_______diz muito_____...










beijO______ternO
bFsemana

Mulher na Janela disse...

e assim se tecem as estrelas.

lindo poema.

beijos...

acqua disse...

Fazia tempo que não aparecia aqui. O tempo é esse espaço impreciso, essa ciência sem precisão. Eu estive ausente de algumas paisagens e agora retomo o olhar. É preciso poesia para as minhas manhãs de segunda-feira... Beijos daqui

Nydia Bonetti - disse...

E tantas vezes nem é preciso sussurrar: basta o olhar... Mas quem ainda entende a linguagem dos olhos?
beijos
Nydia

AC Rangel disse...

Teu poema é lindíssimo e está próximo daquilo que acredito e prego: o silêncio fala muito mais alto do que qualquer balburdia que se faça com palavras.
Parabéns e um beijo.

Marcilio Medeiros disse...

Adelaide,
belo!
beijo