quarta-feira, julho 08, 2009

Declínio

Segue secreto entre gestos antigos
a embaraçar os cabelos em distâncias
e atravessar a noite
emoldurado
por uma harpa de sombras descendentes.
Segue calado
um ímã
desmagnetizado.

4 comentários:

hfm disse...

Gostei de conhecer este blogue. Volarei seguramente.

Sandra disse...

Muito obrigada pela visita.
Venha conhecer os demais, quando vc. tiver um tempinho.
Ficarei bem feliz em recebê-la em minha casa virtual.
Sandra

Sandra disse...

Muito obrigada pela visita.
Venha conhecer os demais, quando vc. tiver um tempinho.
Ficarei bem feliz em recebê-la em minha casa virtual.
Sandra

Nydia Bonetti disse...

tão triste, Adelaide...
não sei porque, me lembrei disto: "água corrente, água corrente, o teu destino, é o destino da gente..."
um beijo.