domingo, abril 11, 2010

Jazz









Escuto jazz
como quem não sabe de nada
e não sei mesmo.

8 comentários:

Lara Amaral disse...

Estava escutando jazz agora, rs.

Ah, tbm não sei.

Beijo.

Nilson disse...

Uau!!! Nem eu!

Beta disse...

também me perco com as muitas capazes de nos pôr fora de órbita! e quem sabe de si?

Beta disse...

coisas*

Lou Vilela disse...

e nem precisa saber... penso que basta sentir. ;)

Abraços!

Nydia Bonetti disse...

e quem sabe? jazz, amor e poesia - nunca se sabe - se sente - e ponto. :) beijooos.

Assis Freitas disse...

feliz constatação, Guimarães Rosa tem uma frase lapidar:"Eu quase que nada não sei. Mas desconfio de muita coisa". Abraço

Anônimo disse...

jazz e poesia são afins em campos diferentes e com muito pouco se vive cada um deles - bendita inocência ainda a nosso alcance...
Beijos de Enylton e Célia