segunda-feira, abril 05, 2010

História



O vento
gigante de um conto de fadas
rondou a casa
soprou a porta como o lobo mau
e carregou a luz.

5 comentários:

Leonardo B. disse...

[como um espírito que tudo pode; sejam brisas ou tempestades, tudo pode]

um imenso abraço, Amiga Dade

Leonardo B.

Samuel Pimenta disse...

Que todos os contos de fadas possam existir no nosso coração!

Um Abraço,

Samuel Pimenta.

José Carlos Brandão disse...

... e carregou a luz. As poetas a tarefa de reacendê-la.
Um abraço amigo.

Lara Amaral disse...

Foi uma honra recebê-la no meu blog. Eu que me encanto por aqui.

Beijos!

Eliana Mara Chiossi disse...

tudo lindíssimo.
Deveria estar por aqui há mais tempo!

Bj