sexta-feira, julho 16, 2010

Modus operandi


Aqui cabem amor esquecimento
e tudo mais que a vida acondicione.
Cabe a mochila das férias
e mais o crime
o medo
o espanto e a coorte dos desejos.

Cabe o perdão aqui
contanto que as articulações sejam poupadas
e cabe mais uma vontade imensa
obstinada
de pétalas se abrindo.


dade amorim




Poema-amigo – a vez de Jefferson

Jefferson Bessa é desses poetas amigos sempre presentes, autor de poemas encantadores e encantados, de um delicioso lirismo sensual que vale a pena acompanhar.

corpo lido

no meio da página
respira úmido
o poema é corpo

o céu reflete a folha
nua a mostrar os braços
na dança escrita

pelo paladar escorrem
diversos sabores
de versos ingeridos

no leito da audição
da boca sai o som
a dizer claro sussurro

na ponta dos olhos
se vê a pele tesa
a letra tateando

sobraram palavras
a noite farta vai arrastá-las
às entradas do corpo lido


Jefferson Bessa

8 comentários:

Eder Asa disse...

Aqui é rio de inspiração... Me deixo arrastar por esa correnteza.

Mas sabe Dade? Sempre que me molho aqui eu lembro de uma canção lá dos tempos dos Trovodares, daquelas cantigas de amor líricas e poéticas:

"A dona que eu am'e tenho por Senhor
amostrade-me-a Deus, se vos en prazer for,
se non dade-me-a morte.
A que tenh'eu por lume d'estes olhos meus
e porque choran sempr(e) amostrade-me-a Deus,
se non dade-me-a morte.
Essa que Vós fezestes melhor parecer
de quantas sei, a Deus, fazede-me-a veer,
se non dade-me-a morte.
A Deus, que me-a fizestes mais amar,
mostrade-me-a algo possa con ela falar,
se non dade-me-a morte."

Sou fã!

Gerana Damulakis disse...

Os 2 poemas são incríveis.
Parabéns para ambos.

Lara Amaral disse...

Só falta saber o que não cabe em sua poesia, Dade, ela abrange tanto, tanto mais do que posso dizer...

E o poema-amigo de hoje é realmente de um lirismo encantador, já vou lá conhecer.

Beijos.

Carol Timm disse...

Dade,

Tem sido o melhor momento dos meus dias vir aqui te ler e conhecer um novo poeta-amigo.

Esse é um daqueles para reler muito. Inspirador...

Beijos e um bom final de semana para nós!
Carol

Jefferson Bessa disse...

Dade, que surpresa!
É uma grande alegria
e uma honra estar presente
no "Inscrições" - um blog que
sempre visito
com grande prazer.

MUITO
Agradecido!

Beijos.

Jefferson.

Mirze Souza disse...

Maravilhoso, Dade!

"Aqui cabe o perdão" e toda a humanidade quase, se abre em pétalas para ler e apreciar.

Jefferson Bessa, segue num ritmo poético fantástico. Foi bom conhecê-lo.

Beijos

Mirze

Assis Freitas disse...

dois belos poemas, me ficaram nas retinas,

beijo

Úrsula Avner disse...

Oi Dade,

complementando o que disse o poeta Assis Freitas, eu diria- dois belos poemas me ficaram na retina e no coração... Os diálogos poéticos que você promove aqui são motivo de deleite e aprendizado... Bj,

Úrsula