sexta-feira, maio 20, 2011

Retrato

O dia passou veloz
trouxe a janela de maio
e uma voz antiga como a brisa.

Guardei o dia
no álbum dos retratos mais amados.

8 comentários:

Lara Amaral disse...

Belíssimo, minha cara!

Grande beijo.

Úrsula Avner disse...

delícia de poemeto Dade, com a sensibilidade e talento de sempre. Bj.

AnaC disse...

Meu álbum dos retratos mais amados anda meio desfalcado. Esse poema me deu vontade de voltar à procura.

Beijos muitos.

MIRZE disse...

Belíssimo, Dade!

Lindo poema com sua linda marca!

Beijos

Mirze

Suzana Martins disse...

Guardei as brisas do poema num verso de papel..

Beijos

Daniela Delias disse...

Bela fotografia...;)

Ivan disse...

Trago dias gravados como retratos, entendo esse poema.

Beijos.

Assis Freitas disse...

a velocidade é mortal, mata as coisas


beijo