quinta-feira, julho 18, 2013

Escolha





Caminho descuidada
entre teus gestos.
Por teu amor cheguei
além de meus limites
e me esvaí de mim.
Tenho vivido além
de todas as instâncias
bem mais do que
a vida pode oferecer.
E quando me procuro
já não sou eu
mas essa face
plasmada pela escolha.

12 comentários:

Assis Freitas disse...

por amor se chega ao infinito de um mesmo lugar



beijo

José Carlos Sant Anna disse...

Que lindo poema, Dade. Escolher é sempre uma caminho difícil.
Abraços,

césar disse...

A escolha não é fácil, você sabe.
Um poema muito lindo.

Beijo.

LUCONI disse...

Dade muitas vezes isto acontece, deixamos de ser nós mesmas aos poucos e nem percebemos, infelizmente isto só nos leva com o tempo a insatisfação pessoal, deixar de sermos quem somos só para agradar alguém realmente não vale a pena, quem nos ama se nos ama, ama com nossas qualidades e defeitos, senão é um ser egoísta que ama só a si próprio, beijos Luconi

Fred Caju disse...

Gosto muito quando você vem de verso de pé curto.

Jota Effe Esse disse...

Estamos sempre escolhendo. Escolher é a única opção que a vida nos dá. Se não escolhemos certo, paciência! Meu beijo.

Jota Effe Esse disse...

Estamos sempre escolhendo. Escolher é a única opção que a vida nos dá. Se não escolhemos certo, paciência! Meu beijo.

teca disse...

Uma escolha intensa... belo poema!

Beijos.

R. Vieira disse...

"Tenho vivido além
de todas as instâncias
bem mais do que a vida pode oferecer."

Que belo poema Dade! E a simplicidade nos acompanha no meio desta multidão de vivências!!

Abraço!

Adri Aleixo disse...

A escolha de se perder, me identifiquei demais.

Muito forte! Beijo.

cirandeira disse...

Teus poemas expressam de uma maneira bela e suave sentimentos fortes e profundos!!!

beijos, Dade

cirandeira disse...

Teus poemas expressam de uma maneira bela e suave sentimentos fortes e profundos!!!

beijos, Dade