quarta-feira, julho 03, 2013

Pele

                                                                                  (...)
                                                                                   daria todas as metáforas   
                                                                                   em troca de uma palavra
                                                                                   arrancada de meu peito como uma
                                                                                   costela
                                                                                   por uma palavra
                                                                                   contida dentro dos limites
                                                                                   da minha pele
                                                                                   (...)

                                                                                    Zbigniew Herbert 

Às vezes durante dias não dizia nada
embaraçada em pensamentos velozes
emaranhados como galhos velhos de cajueiro
ou voando concêntricos em torno
de alguma coisa que não conseguia descobrir
como dizer
com que palavras.
Às vezes falava coisas sem rumo definido
coisas do dia-a-dia - o carteiro as compras a cozinha
como se contornasse o território cego
da coisa que não dizia
contida dentro da pele
que não sua
e não respira.
                                                                                   

6 comentários:

Ivan disse...

Mais belo impossível, Dade!

Beijos do Ivan.

Primeira Pessoa disse...

transpira.

(sem mais dizer, quietinho, leio e releio
é poesia)

beijão,
r.

Assis Freitas disse...

esta pele saliva sílabas



beijo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Muitos são
os Eus que nos habitam.
Uns falam...
Outros silenciam...

Que os sonhos
te enlacem a alma.

Lara Amaral disse...

Muito belo!

Beijo.

José Carlos Sant Anna disse...

Para onde vais sem a tua pele? Simplicidade inigualável, Dade!
beijo,