terça-feira, janeiro 11, 2011

De graça


 

Teu sono
quer ficar a sós contigo
ainda criança.

Teu sono é uma linguagem
guardada pelo tempo
teu último brinquedo
e proteção.

Teu sono
é como alguém que te ama
sem aviso.

7 comentários:

Lara Amaral disse...

Nossa, lindo de viver!

Beijo.

Jefferson Bessa disse...

É nessa linguagem que seus olhos veem e traçam o poema. Muito bonito, Dade!
Um abraço.
Jefferson.

Zélia Guardiano disse...

Versos encantadores, querida Dade!
Que delicadeza...
Abraço, amiga!

Assis Freitas disse...

mais um fino biscoito, eu saboreio


beijo

Mirze Souza disse...

MUITO LINDO, Dade!

Agora, quando sentir sono, já sei o porque. E se é tão lindo assim quero sentir sempre.

Beijos

Mirze

MariaIvone disse...

Porque o sono nos envolve em sonhos, pode-se esperar amores inesperados.

Beijos

Marcantonio disse...

Nossa! Hipnos redefinido esplendidamente!

Beijo.