segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Meditação



Sofro o que posso
nem menos nem mais.
O sonho é para sempre
a dor tem fim
e o amor dita consolos de saudade.
Aos poucos
tudo se coagula em sombra
e o tempo tece
instantes sem limite.
Todo mortal corre o risco da chama
– a luz aquece
enquanto não se apaga.
Viver é a proposta
grande o enigma.
Talvez um dia
chegue uma resposta
a dádiva que vem da ventania.

8 comentários:

Bípede Falante disse...

Se chegar, que a gente possa aceitar.
beijoss

mfc disse...

Um dia o vento trará novidades!
... acaba sempre por trazer!

Luana disse...

Que venha a dádiva da ventania...
Beijo, Dade.

Anônimo disse...

Viver é mesmo o grande enigma sem resposta...

MIRZE disse...

LINDO, Dade

Essa é uma meditação que faz parte de todas as vidas.

Belo!

Beijos

Mirze

Novo blog: MY TRUTH WordPress.com

Luiza Maciel Nogueira disse...

belo demais seu versejar

beijo

Assis Freitas disse...

a ventania há de vir, as dádivas quem sabe...


beijo

teca disse...

Gostei da meditação... "a dádiva que vem da ventania."

Belos versos...
Um beijo carinhoso.