quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Romance



Impossível imaginar que alguém
pudesse lançar raízes secretas
nas veias de outra pessoa
e começasse a falar por sua boca
ver o mundo por seus olhos
e plantasse insuspeitado uma semente
do mais invencível dos desejos
em sua vontade
até que
todo brotado de rosas e raízes
de hera e jasmim monitorando o hálito
ele investisse a vida
os gestos penhorados
e emaranhasse o próprio enleio às pernas dela
pelo tempo dos espelhos combinados.

9 comentários:

Leonardo B. disse...

[fica a palavra suspensa,

perante o peso e densidade da suas, amiga minha!]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Luiza Maciel Nogueira disse...

parece mesmo impossível Dade, mas por vezes o mundo pode ter suas surpresas :), beijo!

Marucs Groza disse...

Sua escrita tem força!

Marcus Groza

http://pelasventasemembranas.blogspot.com/

mfc disse...

É possível sim imaginar essa geminação total e desejada!

Adriana Aleixo disse...

Que delícia de descrição, Dade! É isso mesmo que acontece... Bravo, poetisa! Suas palavras me embalaram... Beijinho!

Jorge Pimenta disse...

há cenários que sem a ajuda da palavra se tornariam [im]possíveis: eis a transparência.
beijinho, dade. composição tão bela quanto instigante... continuo a querer acreditar :) (mas acho mesmo que o homem é o seu corpo e a chuva que cai sobre si).

Ivan disse...

Ah, esses espelhos combinados que criam mais e mais espelhos...

Beijos do Ivan

MIRZE disse...

LINDO, DADE!

Tudo é possível na imaginação.

Beijos

Mirze

Assis Freitas disse...

espelhos combinados, ensaios sobre espelhos, reflexos, tanto


beijo