segunda-feira, janeiro 30, 2012

Desencontro


Do alto
talvez algum arcanjo
tenha indicado o caminho
e não reconheci sua voz.
Que pena.
Teria chegado mais depressa
ao paraíso
mas não sabia
por onde se sobe aos céus.

11 comentários:

Fred Caju disse...

Que pena... Era só seguir as penas que o anjo deixou marcando o caminho.

Leonardo B. disse...

[também de desencontros se fazem as palavras,

como segundas peles do mundo.]

um imenso abraço, Amiga Dade

Leonardo B.

Márcia disse...

Desencontros existem em toda a vida, mas perder o paraíso é mesmo uma pena...

Beijos, querida.

Anônimo disse...

Subir aos céus pode ser fácil... Depende de encontrar o rumo e ouvir as vozes certas.

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse...

Olá!
Muitas vezes tento encontrar o rumo certo.Mas não é fácil.
Grande abraço
se cuida

Elisa Cunha disse...

Acho que só se chega aos céus voando... ou sonhando.

bjs

Assis Freitas disse...

eu sempre temo essa desorientação, talvez por isso me crescem raízes



beijo

mfc disse...

Também ainda ando a tentar descobrir... mas tenho muito tempo!!

helen ps disse...

Sempre bom vir aqui. Abraços.

PAZ e LUZ

Jorge Pimenta disse...

tanto de asas quanto de raízes. entre o céu e a terra há tantos caminhos que não podemos deixar escapar...
beijo, dade querida!

Carla disse...

Que lindeza! Fazia tempo que não vinha aqui visitar suas miudezas! Vou passear um pouco pelo blog!