sexta-feira, agosto 24, 2012

Quem sabe



Se eu pudesse pairar no espaço
contava os dias de sol
para fazer um balanço
do que valeu a pena.

Quem sabe ia cair
como um suave paraquedas
ou um corpo lançado
do trigésimo andar.

10 comentários:

mfc disse...

Gostei deste pairar reflexivo!

Regressado de férias aqui fica um grande beijinho.

Lara Amaral disse...

Ah, essa vontade de pairar, ou ser plano, do poeta.

Beijo.

Bípede Falante disse...

ainda em queda, não consigo escrever.
precisarei de um tempinho pra voltar aqui e dizer alguma coisa.
impressionante.
beijoss

Camilla disse...

Não acredito que isso possa acontecer, mesmo virtualmente. Tudo há de ficar bem :)

Beijos!

Kelly disse...

Um poema impactante e muito bonito, Dade.
Beijos e muito carinho.

Assis Freitas disse...

pairar é um desejo nuvem, sombreador



beijo

Ivan disse...

Pairar é um modo de encarar a vida...
Beijos do Ivan.

Verso Aberto disse...

se paira plena
pousa
se cai
semeia o que valeu a pena

abs Dade


Carla Diacov disse...

LIndo, Dade!


Beijão e bom Domingo!

Daniela Delias disse...

Menina!!!

Que saltos permite a poesia!

Saio daqui em pleno voo.

Bjão