quarta-feira, novembro 14, 2012

Geometrias



Geométricos se tocam os sentimentos
e às vezes se concedem
momentos e passagens muito estreitas
como em sonho
asas quebradas
intenções perdidas.
Os sentimentos
se concentram em cores de arco-íris
ou esvoaçam no céu
em formas enredadas
figuras reticulares de nós cegos
ou franjas esgarçadas
e peregrinam na carne
em esperança.

13 comentários:

Tania regina Contreiras disse...


Bebo cada verso, Dade.. Cada vez melhor, cada vez mais...
Beijos,

Bípede Falante disse...

Vão pela carne deixando marcas de água e de calor, de afeto e de horror.
Belo poema, Dade.

beijoss :)

R. Vieira disse...

E o que dizer dessas geometrias!? Tocam-me profundamente teus versos. Ai como aprecio tua escrita!

Aloísio disse...

Geometria também faz poesia!

Beijo grande.

Adriana Riess Karnal disse...

quanto tempo nao vinha aqui, me esqueci que tinhas tantos blogs,rsrsr
nao, nao esqueci de ti. lindo poema, linda musica.

Márcia disse...

Gostei das geometrias sentimentais, Dade!
Muitos beijinhos.

Assis Freitas disse...

nós cegos, caminhos tortos, o fim do túnel



beijo

teca disse...

Impressionante é o cenário que se impõe na imaginação com os seus versos...

Feliz fim de semana.
Beijos e flores.

Jota Effe Esse disse...

É o amor que faz os sentimentos peregrinarem na carne em esperança. Meu beijo.

Nilson Barcelli disse...

Os sentimentos são das melhores expressões que a vida tem e nos dá.
Há que vivê-los, por isso.
Magnífico poema. Gostei muito.
Dade, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Um abraço.

dade amorim disse...

Jota Effe Esse, eu gostaria de deixar umcomentário em seu blog, mas tá difícil que vc nem imagina. Acerto as letrinhas e ele diz pra tentar de novo. Li seu post, e, sabe, político é tudo assim...
Um abraço.

Ira Buscacio disse...

Os sentimentos precisam andar, ainda que pelos becos, ainda que arranhados, pois são mesmo feitos de esperança.
Belíssimo poema!
bj

Tatiana disse...

Quantas formas, cores, aromas, os sentimentos. E sempre nos dão um nó.
Bjo