segunda-feira, novembro 05, 2012

Incidência




Em meu tempo de criança
achava que a realidade
era uma caixa de ruge
cheirando a royal briar.

Muito mais tarde aprendi
a realidade é nuvem sobre um rio.
A realidade chora sobre o rio.

Quem será essa senhora?

7 comentários:

Enylton disse...

A realidade chora sobre nós também.
Beijos nossos, querida Dade.

Tania regina Contreiras disse...


Quem será ela, Dade? Metamorfoseia-se em tantas...
Fase ótima essa sua, poeta! Tenho amado te ler.
Beijos,

R. Vieira disse...

Essa realidade emociona, mesmo quando chora!!!

Uma senhora e tanto Hein!!! Ainda temos muito a descobrir! ;)

Um abraço dade!

teca disse...

Bacana o questionamento feito de forma poética...
E quem terá e quem dirá a resposta?

Beijo e uma flor, com carinho.

Assis Freitas disse...

a realidade: quem a saberá, qual o seu rosto?



beijo

Ivan disse...

Nunca vamos descobrir de onde ela vem...
Beijos do Ivan.

Aloísio disse...

Dúvida sem solução...

Beijos.