quarta-feira, outubro 10, 2012

Cinema



Banco de Imagens Gratuitas


Há muito tempo alguém
nesses lagares
pisou as uvas verdes
de uma colheita violenta.
Alguma coisa se abriu maior que a tarde
ainda mais longa que a via férrea e suas cancelas
pontes que cruzam o mar em certas terras.

O homem calado hoje chegou mais cedo
desassossego
dos pensamentos no café do rio
e junto com o cigarro se acenderam
as primeiras lâmpadas
quando as estrelas eram ainda
faturas descartadas.

8 comentários:

Lara Amaral disse...

Que lindas suas imagens cinematográficas, Dade!

Beijo grande!

Aloísio disse...

O filme completo.

Beijo, Dade.

Cris de Souza disse...

Merece um replay!

Beijo, Dade*

Tania regina Contreiras disse...

Dade, imagens belíssimas!

Beijos,

Adri Aleixo disse...

Belo, belo!
Um beijo!

Assis Freitas disse...

estrelas que ainda virão, quasares



beijo

Bia disse...

Cinema do obom...
Bjs

Daniela Delias disse...

Vi todo o filme, todinho.
Lindo esse momento de acender cigarro e lâmpadas!

Lindo poema, Dade querida!