domingo, maio 09, 2010

Ausência*



Campo de neve
a lua ainda não veio.
O branco dessa ausência
encharca o mundo.


*Reeditado

10 comentários:

Patrícia Gonçalves disse...

Moça, que lindo seu blog e sua poesia!

"...o branco dessa ausência encharca o mundo"

Que presente lindo de dia das mães!

Grande beijo

Fouad Talal disse...

é preciso remar, sempre!

Nydia Bonetti disse...

ausência que transborda... um beijo, dade.

Leonardo B. disse...

[o silêncio gosta de se mostrar como um projecto do que já aconteceu; cabe à alma desafia-lo com o mesmo uniforme]

um imenso abraço, Amiga Dade

Leonardo B.

[ rod ] ® disse...

Saudade tem cor bicolor, no máximo uma terceira que a cerca... branco, preto e cinza às nuvens da solidão!

Nilson disse...

O brilho dessa ausência!

Nilson disse...

O brilho dessa ausência!

Lara Amaral disse...

Divino!

Beijo.

Assis Freitas disse...

bem reeditado, maravilha. abraço

Mai disse...

Dias branco onde a presença da ausência se faz sal.
Poesia de pura memória que dói.

beijos, Dade.