quarta-feira, março 30, 2011

Maria

Maria está diferente
pensa em flores
e elas chegam
ouve vozes
ri atoa.

O que acontece com ela
é uma voz no nextel
e Maria perde o freio.

O dia vem
de repente
antes do sol acordar
porque o poder de Maria
ilumina o mundo em volta.


8 comentários:

Suzana Martins disse...

Maria que brinca de dia, ilumina a noite!!!^^

Beijos

Assis Freitas disse...

o mundo raiava em Maria,


beijo

J.F. de Souza disse...

[extasiado diante da luminescência.] =)

=*

Anônimo disse...

Ai quem me dera que eu me chamasse Maria!
Beijo da AnaC

Raíz disse...

DADE!

A luz do poema ofusca a vista.

Maravilhoso!

Beijos

Mirze

Sônia Brandão disse...

Um poema feliz como Maria!

bjs

Carol Timm disse...

Lindo o poema da Maria...

Um dia faz um poema para a Carol (rs).

Seus poemas estão cada dia mais ricos de significados.

Está na hora de arrumá-los em livro, não acha?

Bjs,
Carol

Pedro Du Bois disse...

Excelentes construções poéticas, Dade. E, também, excelente companhia. Abraços, Pedro.