segunda-feira, junho 27, 2011

Poetas 4



I’m not one of them.
Nem adiantava explicar mais
no mau inglês
que me cabe.

O cara olhava meio divertido
meio espantado
e com certeza
percebeu o humor instável
com que tentava escapar.
Queria saber por que
alguém escreve poemas
sem ser poeta
ao menos por um tempo
ao menos
naquele exato momento.

Sometimes I wonder
ele dizia
como na canção
e acabamos rindo.

8 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

:), essa série de poetas é um elogio à duvida - uma reflexão poeta, poetinha, poeta não

beijos

Sandrio cândido. disse...

para descobrir o poeta que baita nele
beijos

Luana disse...

Qual seria afinal a natureza do poeta? Seguindo essa ótima série, quase chego à conclusão de que poeta é e não é. Um conceito inexistente, quase como aquelas instalações que precisam de uma luz nas mostras de artes plásticas para serem entendidas, ou para se perder de vez a esperança de entender.
A poesia em si mesma, no entanto é quase independente dos poetas.

Beijos, flor.

Úrsula Avner disse...

poema leve e gostoso Dade... Pensei em vinho e blues... Bj.

césar disse...

Poetas ou não, o mais importante são os momentos como esse, quando duas pessoas se entendem. Riem juntas, o que é o melhor de tudo.

Beijo

Anônimo disse...

Gostei do Inscrições!

Beijos do JL

Daniela Delias disse...

Sim, sometimes I wonder...
Que série maravilhosa!
Bjos!

MIRZE disse...

Dade!

Uma séria que nos leva a meditar.

Como sua poesia é perfeita!

Incrível!

Beijos

Mirze