segunda-feira, maio 14, 2007

Testemunha



Quando você sai
e o retrato da mesinha
alonga o olhar de paz
à mão com que aceno da janela
percebe com certeza
antes de nós
a transfiguração da tarde
e o blues que se insinua pela sala.

Esse retrato
conhece
a perfeição sem palavras
o inominado
o estado puro do amor
como um rosa perfeita
despetala.

3 comentários:

Mel disse...

Adelaide, tuas palavras traduzem a perfeição.
Lindo!
Um beijo e obrigada pelo teu carinho no meu post anterior.

Betty Branco Martins disse...

Querida Adelaide

Esta "testemunha" muito tem para revelar_______só________com o seu doce olhar__________e muito revelas_____na perfeição das tuas palavras

Beijinhos com muito carinho
BSemana

Silvia Chueire disse...

Blues, é?... E eu que pensei que era só eu. : ))
Gostei muito, Adelaide!

Beijos