segunda-feira, março 08, 2010

Incisão

Manhã de sol em gotas
o domingo chegou
antes das nuvens partirem.
O mar é um bicho triste
na praia nua.

Sétimo dia sem crias
um talho entre semanas
dedo cortado em folha de papel.

8 comentários:

Leonardo B. disse...

[a letra em poema é sempre um ponto de partida para o mundo... possivelmente!]

um imenso abraço, minha amiga

Leonardo B.

Fabio Rocha disse...

Bonito!!

beijos

Lalo Arias disse...

Lindo poema, Dade.
Um beijo

Anônimo disse...

Sutil e dolorido, Dade.
Gosto muito do poema - mas isso não é novidade nenhuma

smack smack
JN

Roberta disse...

Há muito tempo eu não vinha. A mesma fulguração incisiva que tinge o pranto do mar e nos devolve o horizonte. Sempre poemas vastos, ainda que concisos. Um beijo!

Nydia Bonetti disse...

Hummm... Estas manhãs de domingo com o "sol em gotas", nos fazem mesmo lembrar dos domingos que não voltam. Tão triste, Dade, mas tão bonito. Beijos.

Mai disse...

Memórias de domingos e chuvas nos olhos em gotas solar. Beijos

Assis Freitas disse...

incisão na jugular, quanta precisão. abraço