quarta-feira, março 17, 2010

Rio 1


O rio margeia o dia
rosário líquido
canta
reza
não se sabe.

Melhor dizendo
o rio faz as preces
transidas
transitórias
de quem sabe que um dia
vai secar.

7 comentários:

Leonardo B. disse...

[que se diz quando toda a palavra fica dita? deixo apenas, então, a minha impressão digital, inscrita com]

um imenso abraço, Amiga Dade

Leonardo B.

Amélia disse...

Gostei tanto!

Fabio Rocha disse...

E será que toda prece não é um saber que vai se secar?

Beijos

Nydia Bonetti disse...

Os que tiverem sorte vão secar. Muito, vão morrer sufocados (assassinados). Se fossem só os rios... Beijos.

Moacy Cirne disse...

Boa construção:
rio/dia/seca

e a poesia
como rio/raio

/ abraços /

José Carlos Brandão disse...

O rio reza, as águas passam, a alma lavada seca ao sol. Gostei, Dade. Um beijo.

Assis Freitas disse...

O rio margeia de luz as palavras, magnífico. abraço