quinta-feira, abril 21, 2011

Poema amigo - Nilson Galvão

A vida não é romântica

A vida não é romântica, aliás a vida
não assiste à novela, não vê graça
em pessoas felizes para sempre
ou infelizes para sempre.
A vida às vezes gosta daqueles filmes
europeus ou japoneses em que nada
acontece. Às vezes, vá lá, tem uns filmes
americanos em que pelo contrário há
peripécias em cascata e sim, a vida
aprova, sorri satisfeita sentada no
sofá da sala, a vida, ela mesma,
que aliás não é nada burguesa
como faz supor o sofá.
A vida tampouco é proletária,
e aristocrata muito menos.
Que seja grega, indiana, hebreia,
ela é antiga de qualquer sorte.
A vida também não é trágica:
talvez se contente em ser assim
uma despojada anedota
de salão.

Do livro Caixa Preta.

7 comentários:

Amélia disse...

Excelente poema do Nilson.Uma dúvida: é mesmo nobela ou novela?
beijos

Suzana Martins disse...

A vida é mágica e completamente despojada!!!!

Amei o trecho!!!

Beijos e boa páscoa

MIRZE disse...

DADE!

Excelente escolha! Nilson Galvão faz da vida uma lira onde damos os tons e semi-tons.

Beijos!

Feliz Páscoa!

Mirze

Nilson disse...

Oi, Dade, feliz de novo por estar nesse rol de amizade, e de poesia que é uma forma de viver a amizade. Grato gratíssimo, mais uma vez! E, Amélia, é novela, sim. Beijos pra vocês e feliz Páscoa!!!

Eder Asa disse...

HA! A vida é como eu, então rs

nydia bonetti disse...

Grande, Nilson! Gosto muito, Dade. A vida como filme europeu ou japonês é um achado. Ando perdida nessa fase da vida... Mas não dá pra reclamar. Adoros filmes europeus e japoneses. :) Boa Páscoa! beijos.

Graça Pires disse...

A vida é o que temos de melhor. Apesar de tudo...
Beijos.