segunda-feira, junho 14, 2010

Sempre, talvez





Egon Schiele. Par.




Mesmo quando o amor sonega impostos
e às vezes emite cheques no vazio,
aposta e blefa
sem brio nem cuidado
ou dorme sem cerimônia sobre os sonhos mais macios
de seu apaixonado,
ainda assim
a gente insiste em seu nome
abençoado.
                                                        Dade Amorim





***


Lara Amaral


A extrema juventude de Lara Amaral não impede que sua poesia nos chegue amadurecida e sempre, sempre muito bonita.

São parte dela a generosidade e a palavra mais sensível, que brota espontânea e natural.





Borra de chá
 
Se me derramei
foi chá quente
não sinto mais a capa que envolve meus lábios
sou despelada pelo calor
ou trincada pela falta dele

antes que o chá esfrie
termine o que ia me dizer
nem gosto tanto de bebê-lo
mas é necessário
enquanto as horas passam e eu te escuto
tento me interessar

sua bebida já é fria, cheia de gelo e um brilho âmbar
me embebedo só de olhar
seus olhos esfumaçados pelo meu líquido
já quase frio

dou um gole como ultimato
dificilmente você termina a conversa
enrola um pouco mais o meu tempo
mas pretendo manter meu silêncio
enquanto a bebida desce me amargando
leio seu destino no fundo da xícara.

21 comentários:

Lara Amaral disse...

Dade, sempre fico imensamente feliz quando recebo esses gestos de carinho, principalmente quando vêm de poetas que sou fã. Seu trabalho é de uma profundidade incrível e me sinto honrada de estar aqui.

Obrigada, querida, beijo terno e forte abraço em ti!

Talita Prates disse...

Aportei aqui através da Lara,
e adorei o que vi/li.

Um bjo!

Talita
História da minha alma

Lou Vilela disse...

Você foi muito feliz na escolha dos textos e nas palavras que dedicou à Lara. ;)

Beijos nas duas,
Lou

Manifesto Interno disse...

Olá Dade!

Vim conhecê-la através do blog da Lara,
e ela não exagerou em nada, seus poemas tem uma essência especial, um entremear de sentimentos ritmados e belos,

a homenagem à Lara é singela e faz jus ao seu brilho natural,

as duas estão de parabéns!!

prazer em conhecê-la, voltarei com certeza!

carinhoso abraço!

Assis Freitas disse...

Larinha e Dade afinadíssimas, sou fã de ambas,

beijos

reltih disse...

Lara, siempre es un gusto seguir tus letras.
besos

Livinha disse...

Excelente dupla!
Sem palavras

Livinha

Canteiro Pessoal disse...

Lá fui comentar no Teatro da Vida, e sou remetida a este espaço, que não deixa a desejar, sim de um aroma e maturidade irresistível. Amei cada partícula exprimida neste espaço, e com certeza farei muitos pousos, e absorverei o néctar de sua retina em dedos que dançam no papel.

Abraços.

Priscila Cáliga

Noslen ed azuos disse...

Encontro das poesias em gestos e majestades, me encontro.

ns

Zélia Guardiano disse...

Dade e Lara... Estrelas da mesma grandeza: primeira!
Parabéns, mil vezes parabéns às duas!
Grande abraço

Pâmela Grassi disse...

Dade,

no blog da Lara encontrei este canto,
teu canto que é encanto
e que encanta quem canta com ele,

beijos,

Mirze Souza disse...

Dade, há muito queria conhecer sua poesia. Sou viciada em ir no blog da Larinha, que é uma cápsula de juventude, mas de uma interioridade maior que muitos adultos e poetas experientes.

E ainda tem essa visão de "ligar" através de sue espaço, em diálogos ou links, os poetas e escritores. Esta singularidade, só a Lara tem.

Por isto e por muito mais a admiro. E hoje passarei a admirar sua poesia, Dade!

As duas estrelas que já iluminaram o céu, hoje estarão mais reluzentes!

Beijos à dupla!

Mirze

Adriana Godoy disse...

Dade, só posso aplaudir de pé essa dupla. Beijo.

Natália Nunes disse...

Dade, ótimo seu texto! haha.
Me lembra um pouco a verve de Martha Medeiros.

Muito obrigada por sua visita.
Beijo.

Claire disse...

QUE MARAVILHA DE VERSOS!

Nydia Bonetti disse...

Estas duas "meninas" poetas me encantam. Sensibilidade que transborda. beijos!

Úrsula Avner disse...

Oi Dade,

É sempre gostoso visitar seu blog. Essa úlima postagem está um encanto ! Sua escrita apurada, reflexiva, sensibilidade e delicadeza poéticas encantam ! Lindo trabalho. Bj.

Carol Timm disse...

Dade,

Já li algumas vezes essa poesia composta e linda.

Quanto mais leio, mas significados encontro no fundo da xícara dos poemas.

Beijos,
Carol

Sandrio cândido. disse...

conheço a poesia da lara e sei o quanto esta voz se tornou especial em meu habitar solitario e agora só quero conhecer a poesia da dida.
voltarei.
saudações.

Andrea de Godoy Neto disse...

Dade, as palavras da Lara me trouxeram...que encanto os teus versos, virei fã.

um beijo pra ti

Geraldo de Barros disse...

esse espaço é maravilhoso, Dade, um encanto. encontros lindos, repletos de poesia. a Lara é um encanto de poeta.

parabéns, mais uma vez ;)

beijos querida,
Geraldo.