segunda-feira, outubro 03, 2011

Ainda assim


Passou a hora do baile
e ainda assim persistem
ritmos quentes
salsa e tangos
estrondos de rock puro
sem rodeios
e serpenteia um blues
languidamente.

4 comentários:

Regina disse...

É assim mesmo, tudo pode acontecer ao mesmo tempo, e nem precisa ser só enquanto dura o baile...
Bjocas

Suzana Martins disse...

Há sempre um ritmo dentro da alma...

Beijos

Luana disse...

Contradiçoes não dependem de nós.

Beijos, querida Dade.

Assis Freitas disse...

o que persiste fica na veia,



beijo