sexta-feira, outubro 21, 2011

Migração



A pele é rio ao sol
que o silêncio singra
e migra em busca.

13 comentários:

Suzana Martins disse...

e sempre encontra...

a pele. a busca.

beijos Flor

Adriana Aleixo disse...

Lindo! Singelo! Parabéns!

Bjo!!!

Patrícia Gonçalves disse...

...de horizontes e desenhos feitos de palavras ancoradas em um pier de tarde contra uma nesga de céu azul.

beijos moça, saudade

Vanes disse...

Ai que beleza de rio.... Boa noite!

AnaC disse...

Muito bom, Dade.

Beijokas.

teca disse...

Que interessante... "a pele é rio ao sol"... intensamente poético...

Beijo carinhoso.

MIRZE disse...

BELÍSSIMO!

Espero que minha pele não seja rio ao sol.

Beijos

Mirze

césar disse...

Se eu acreditasse em inspiração, diria que é inspiradíssimo. Mas acredito mesmo é em talento.
Beijo.

Leonardo B. disse...

[a pele,
torna-se nascente de palavras,
um rio iluminado]

um imenso abraço, Amiga Dade

Leonardo B.

Jorge Pimenta disse...

"A pele é rio ao sol
que o silêncio singra
e migra em busca."

e respira, verdade? oh, se respira...

beijinho, dade!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Palavras de uma simplicidade e ao mesmo tempo tão fortes.

Boa semana
abraço
oa.s

Assis Freitas disse...

preciso, conciso



beijo

Cris de Souza disse...

Tocante!